Páginas

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Tartarugas: seres sociais ou anti-sociais?

Há uma corrente de opinião, com a qual concordo, que acha que as tartarugas são seres solitários, totalmente indiferentes aos outros indivíduos, tentam sobreviver cada um por si, e só se aproximam para procriar. Defende-se até, que quem tem uma tartaruga, não precisa adquirir mais nenhuma, pois não é preciso, pode até ser uma fonte de problemas, pois com uma segunda tartaruga podem surgir conflitos territoriais.. E há muitas pessoas que têm esse tipo de problema, e depois têm obrigatoriamente de as separar.

Eu felizmente, que me tenha apercebido, e logicamente que não estou sempre a olhar para elas, mas nunca vi qualquer conflito de qualquer espécie. Tenho cinco tartarugas, três adultas, e duas mais jovens e mais pequenas, e nunca assisti a qualquer problema entre elas. O lago também tem 500L ainda é algum volume de água considerável para cada uma, talvez isso seja um fator importante. 

Mas por outro lado, quando as pessoas as vêem agrupadas, muitas vezes empoleiradas umas em cima das outras, fica-se com a ideia que são animais que, no mínimo, toleram, ou gostam de estar na presença de outras tartarugas. Muitas vezes até ficam paradas frente-a-frente, como que se estiver a comunicar silenciosamente. 











5 comentários:

  1. O meu macho mais pequeno sente-se mais seguro ao lado das outras duas tartarugas!
    Quando está sozinho na rampa ou na parte seca fica muito agitado e qualquer movimento dispara em direcção à água.. Estando encostado às outras posso andar a fazer as minhas coisinhas à vontade e encostada a eles que ele não mostra medo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é muito interessante, parece que estando juntas sentem-se todas mais confiantes. Por outro lado também é engraçado quando chego a casa, e elas ouvem barulho, aquilo parece efeito dominó, e saltam quase todas de imediato para a água, geralmente só com a exceção de uma, que continua sempre tranquilamente no seu sítio!

      Eliminar
  2. De certo modo são seres sociais...mas, como em todo o lado há disputas de territoriais. O líder.
    Para se ter e manter tartarugas no mesmo lago/aquário é necessário um grande espaço e se possível esconderijos.

    Eu tenho um maxo(g.ou.ou.) e a uma fêmea (t.s.s.) e neste momento estão separadas...de relações cortadas :)
    Espero que no futuro lago tudo seja diferente.
    Como as tuas aquifolivm.
    Sempre gostei de ver as tartarugas encabalitadas mas axo que as minhas não me vão dar esse gosto. A não ser que aconteça por outras questões :) mas até isso é pouco provável derivado à diferença de espécies.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por exemplo, no Parque Biológico de Gaia - não sei se já lá foste? - eles têm imensas tartarugas, porque muitas são lá entregues por quem não as pode manter, e são de imensas espécies diferentes, sei que foram separadas por sexo, machos para um lado, fêmeas para o outro, mas no entanto andam lá todas umas por cima das outras, e claro que o espaço é grande, mas a parte aquática nem é assim tão profunda quanto isso. Agora claro que, estando tudo muito confinado, será normal haver mais problemas.

      Eliminar
    2. Sim, já fui!!!
      A minha fêmea agressiva vai ter que deixar de o ser :)
      Um lago só para ela,não...

      Eliminar