Páginas

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Galeria XL - Intervalo na chuva

Este fim de verão tem sido extremamente chuvoso, mas ontem de manhã a chuva deu umas pequenas tréguas e o calor fazia-se sentir. Oportunidade para as tartarugas saírem da água e aquecerem-se, e oportunidade para eu tirar algumas fotografias para atualizar o blogue há algum tempo parado.

Não que sirva de desculpa, mas tendo regressado ao mercado de trabalho recentemente, torna-se bem mais complicado ter a possibilidade de recolher quer imagens ou vídeos para colocar cá, uma vez que saio de manhã, quando elas ainda estão a acordar, e chego a casa quando só estão à minha espera para comer. Estarei agora muito mais limitado, mas não deixarei de ir colocando cá as novidades assim que as hajam.

Cá ficam algumas fotografias, ora com elas cá fora, ora boiando ou meias dentro de água. 






















3 comentários:

  1. Boa tarde!

    Vim parar ao seu blog por acaso enquanto pesquisava sobre tartarugas e por cá fiquei alguns minutos a ver as publicações que fez. Devo dizer-lhe que, apesar de achar as tartarugas um animal muito aborrecido, a sua dedicação a elas, descrição e fotografias fez-me mudar de opinião, elas afinal têm o seu encanto!

    Dou-lhe os parabéns por todo este registo de tartarugas tão completo e dedicado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara, obrigado pela visita e pelas tuas palavras.

      Se leste as primeiras mensagens do blogue, sabes que as tartarugas entraram na minha vida por mero acaso. Nunca quis ter tartarugas, mas acabei por ficar com as tartarugas que os outros já não queriam ter, ou não podiam manter e iriam parar a um qualquer centro de acolhimento. E claro que neste tempo todo - e já passaram uns 13 anos - criam-se laços fortes. Saiu até recentemente um estudo - há quem não tenha mais nada que fazer e dedica-se a estudar estas coisas! - que dizia que os donos de tartarugas são os que mais sofrem com a perda de um animal...
      Mas é certo que as tartarugas (ou cágados neste caso) são répteis, não são propriamente os animais mais afáveis do mundo, têm as suas especificidades, mas criam-se laços, até pela longa longevidade que atingem.

      Mais uma vez obrigado pela visita, e vai passando por cá se te apetecer, ou visita os meus outros blogues que nada têm a ver com tartarugas!

      Eliminar