Páginas

terça-feira, 28 de junho de 2016

Cavar pela fresca

Ainda não eram 9h e todo o espaço ainda estava sombreado e já duas tartarugas decidiram que era tempo de se levantaram, que é como quem diz sair da água, e começarem com as escavações, uma num canto e a outra no outro canto. 

~







Muito tempo depois, uma hora talvez. uma decide abandonar o sua cova deixando-a aberta a céu aberto:



Ao passo que a outra por lá continua, afincadamente a tapá-la e a alisar a terra:




Depois dos trabalhos matinais tempo de voltar para a água:



Sem comentários:

Enviar um comentário